Ads 468x60px

quinta-feira, setembro 13, 2012

[Resenha] Histórias de Fadas - Oscar Wilde

Título: Histórias de Fadas
Autor: Oscar Wilde
Editora: Nova Fronteira
Páginas: 48


Quem já ouviu falar de Oscar Wilde? Irlandês, dramaturgo, poeta e escritor. Para ler essa conjunto de pequenos contos você deve separar uma caixinha de lenços e ler, de preferência, quando não for ver ninguém, a não ser se quiser explicar o porque dos olhos vermelhos. 
O primeiro conto é O Principe Feliz, que conta a história de um príncipe que, vivendo atrás de grandes muralhas, conhecia apenas a felicidade. Quando morreu, foi feito uma estátua em sua homenagem e ela foi colocada na praça da cidade. Lá, o príncipe viu as desgraças que seu povo passava e com a ajuda de um passarinho, foi distribuindo o ouro e as pedras preciosas que o adornavam. Final triste,chorei rios.

A segunda é O Gigante Egoísta, que conta a história de um gigante que era muito egoísta, a ponto de murar todo seu belo jardim para que nenhuma criança entrasse para brincar. Sem a alegria das crianças, o inverno se aloja no jardim, e enquanto a primavera chega nos outros cantos da cidade, o Gigante convive com o frio. Até que uma garotinho descobre um buraco no muro e entra para brincar e, onde ele brinca, a neve vai derretendo e as flores se abrindo, fazendo o Gigante perceber que as crianças eram um mal necessário. Mais um final cheio de lágrimas.

A terceira é O Amigo Dedicado que nos mostra quão cruéis e sem coração as pessoas podem ser. O pequeno Hans sofre com O Molerio, que ele julga ser seu amigo, o ajudando em tudo, mesmo que O Moleiro seja rico e o pequeno seja muito pobre, o mais rico não o ajuda em nada, e ainda exige favores. E sim, tem um final triste.

E para finalizar, o ultimo conto é O Rouxinol e a Rosa. Trata-se de um estudante que se lamenta por não ter uma única rosa vermelha para dar a uma garota por quem está apaixonado. Ouvindo seus lamurios, o Rouxinol resolve ajudá-lo a ter a tão sonhada rosa vermelha. Não gosto de lembrar dessa história, ela me deixa triste. 
Bom, leiam o livro, pois todos os contos tem uma moral, o que os deixa mais bonitos. Bem escritos e com bastante drama, perfeitos para serem lidos durante uma tarde chuvosa, com pipoca, brigadeiro e cobertor.

2 comentários:

  1. Tenho esse livro, quado eu estava na quarta série ministério da educação distribuiu gratuitamente na minha escola. Faz dez anos e cada vez que eu leio novamente parece que cada história tem um significado diferente.

    ResponderExcluir

Comente e faça um blogueiro feliz!